Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
25/02/19 às 12h25 - Atualizado em 25/02/19 às 12h26

Dicas e atrativos do Carnaval 2019 em Brasília

COMPARTILHAR

 

 

O carnaval já é parte do calendário oficial do Distrito Federal, e é um importante ativo que gera emprego, renda, fomenta o turismo e movimenta a economia. A consolidação da festa de rua exige um esforço conjunto de diversos órgãos de governo do Distrito Federal a fim garantir a organização dos eventos.

 

O planejamento para festa começou durante o período de transição do governo, quando a nova gestão ouviu representantes dos blocos, das escolas de samba, dos órgãos do GDF envolvidos nos eventos e dos moradores das quadras impactadas com as festas.

 

Um novo modelo de Carnaval

Com o objetivo de atender às demandas de blocos e foliões e oferecer uma festa mais organizada, o carnaval de rua de 2019 está estruturado em polos. Os chamados Setores Carnavalescos contarão com toda a infraestrutura necessária para os eventos como banheiros, segurança e atendimento médico.

 

Além disso, abrigará o Centro de Atendimento ao Folião, que contará com serviços de órgãos do GDF como a Secretaria de Turismo, que manterá o Centro de Atendimento ao Turista, a Secretaria da Mulher, que fará campanhas educativas sobre violência doméstica e assédio, a Secretaria de Juventude, com ações voltadas à conscientização de consumo de álcool e a Secretaria de Saúde que oferecerá testes rápidos de HIV.

 

Os setores Carnavalescos serão localizados em pontos estratégicos, respeitando o percurso original dos blocos. No Plano Piloto, será montado um polo no anel externo do Mané Garrincha, local que já abriga eventos de grande porte e tem condições de receber megablocos do DF. Outras regiões administrativas do DF também receberão os polos carnavalescos, como é o caso de Taguatinga (Taguaparque) e Planaltina (Vila Buritis).

 

Carnaval do DF terá cerca de 200 blocos

Os quase 200 blocos confirmados para animar o carnaval de Brasília terão até seis horas para brincar e uma hora, após a folia, para dispersar. Os horários de término dos eventos foram definidos por área. Nas residenciais, os blocos encerram às 20h, enquanto nas comerciais a folia vai até às 22h.

 

Quem quiser festejar por mais tempo deverá se dirigir aos setores carnavalescos Sul e Norte, onde os blocos ficarão até a meia-noite; e ao setor carnavalesco do Estádio Nacional, onde a brincadeira vai até as 2h da manhã.

 

O Carnaval Tradicional

As escolas de samba do Distrito Federal não ficarão de fora da folia. A Secretaria de Cultura garantiu recurso de R$ 325 mil reais para viabilizar as apresentações, que acontecerão nos polos carnavalescos. Ao todo, serão 10 apresentações.

 

A programação completa você encontra aqui:

http://www.carnaval.df.gov.br

 

Carnaval Social

O Carnaval Social levará oficinas, cultura e serviços às comunidades do Distrito Federal. Será realizado em estruturas móveis equipadas com salas de aula, estúdio e palco para apresentação de artistas locais.

 

Durante quatro dias de eventos, serão oferecidos aos jovens do Varjão, Estrutural e Sol Nascente cursos de capacitação em audiovisual, discotecagem, fotografia e elaboração de projetos culturais que serão desenvolvidos em parceria com a Central Única das Favelas (Cufa).

 

Segurança

Durante os quatro dias de Carnaval, todo o efetivo da Polícia Militar estará de serviço, atendendo as áreas de concentração de foliões, assim como as regiões administrativas, onde haverá movimentação normal de público. A delegacia móvel da Polícia Civil funcionará durante os quatro dias no Plano Piloto, área que concentrará quase 75% dos blocos, para atender a todos que precisarem de algum tipo de ajuda.

 

Corpo de Bombeiros, Defesa Civil, Agefis e Detran estarão funcionando com a sua capacidade plena para garantir, cada uma em sua área de atuação, a tranquilidade da festa.

O Centro Integrado de Operações de Brasília (Ciob) também estará funcionando com capacidade plena. São 22 agências – observando mais de 400 câmeras – espalhadas pelo Distrito Federal, com atuação e monitoramento de avenidas e áreas públicas.

 

Transporte público

A Secretaria de Mobilidade Urbana flexibilizou o horário do metrô durante o carnaval, que circulará até meia-noite. Também serão disponibilizados ônibus extras para as principais linhas nos horários de término das apresentações nos Setores Carnavalescos. Outra novidade será o Circular do Folião, que fará o trajeto entre os Setores Carnavalescos.