Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
9/12/13 às 20h51 - Atualizado em 11/10/17 às 16h45

Área central de Brasília ganha projeto paisagístico Jardim Burle Marx

COMPARTILHAR

Nesta segunda, Novacap dá início ao corte e plantio de árvores nativas do cerrado

A paisagem da área central de Brasília começou a se transformar nesta segunda-feira (9) com o início das obras de implantação do projeto de Roberto Burle Marx em torno da Torre de TV. As equipes da Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap) iniciaram hoje o trabalho de corte e plantio de árvores que repaginarão o local, que está entre os mais conhecidos na cidade.

Até maio de 2014, a área central, que compreende o espaço entre a Torre de TV e a Rodoviária de Brasília, estará completamente remodelada, com novo projeto urbanístico e de paisagismo e com a requalificação das áreas verdes.

O projeto Jardim Burle Marx também prevê calçadas com acessibilidade, ciclovias integradas ao longo do Eixo Monumental e dos Setores Hoteleiro Sul e Norte, além de espelhos d'água, caixas de peixe, áreas de estar com bancos de madeira, além de ilhas e canteiros ornamentais.

Executado pela Novacap, o projeto foi iniciado em julho de 2013 e tem um custo de R$ 6,5 milhões. “Nosso o objetivo é agregar soluções voltadas à mobilidade e à acessibilidade, sempre com o intuito de requalificar a área central da capital federal”, explicou a diretora de Obras Especiais da Novacap, Maruska Lima.

Corte e plantio- Na primeira etapa dos trabalhos de paisagismo, serão plantadas espécies de piqui, voquisia, guanandi, embiruçu, pau-rosa, pau-terra, paineira rosa, ipê amarelo, angico-preto, quaresmeira-roxa, ipê roxo, pau-d'óleo, jequitibá vermelho, sucupira branca, cedro, mulungu e ingá-mirim.

As equipes também farão a retirada de 26 árvores da espécie palmeiras caryotas, que já estavam comprometidas, de acordo com os pareceres dos engenheiros florestais do Departamento de Parques e Jardins (DPJ) da Novacap. Todo o material proveniente do corte será reaproveitado nos viveiros da Companhia.

*Com informações da Agência Brasília