Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
7/09/19 às 23h47 - Atualizado em 7/09/19 às 23h59

Artesãos do Riacho Fundo recebem carteiras profissionais

COMPARTILHAR
Secretária de Turismo participou do evento que também homenageou importantes incentivadores e atores do artesanato na cidade
O trabalho de 92 artesãos do Riacho Fundo foi reconhecido em uma cerimônia realizada pela Secretaria de Turismo do Distrito Federal (Setur-DF), na Administração Regional da cidade, na noite de sexta-feira (6).  O órgão entregou para esses artistas as carteiras dos artesãos que participaram de um mutirão de cadastramento.
Participaram da solenidade de entrega a secretária de Turismo, Vanessa Mendonça, a subsecretária de Infraestrutura do Turismo , Márcia Maia,  a administradora do Riacho Fundo,  Ana Maria Lúcia Melo e a coordenadora da Regional de Ensino do Núcleo Bandeirante, Ana Maria Alves.
Atualmente, o Distrito Federal conta com aproximadamente 11 mil artesãos. Com as entregas das novas carteirinhas, Riacho Fundo passa a ter cerca de 560 profissionais cadastrados na Secretaria de Turismo. De acordo com o IBGE, o Artesanato movimenta no Brasil R$ 50 bilhões por ano e sustenta 10 milhões de pessoas.
“Os nosso artesãos não estão pedindo favor. Eles estão pedindo oportunidade. Temos que garantir espaços e condições para que cada pai ou mãe de família e os jovens possam viver do artesanato “,  afirmou a secretária de Turismo,  Vanessa Mendonça.
A secretária ainda destacou que a Setur-DF tem colocado como condição em todos os eventos que apóia que sejam disponibilizados para esses profissionais espaços onde eles possam expor e comercializar seus produtos. “Em cada evento, cobramos um estande para abrigar os trabalhos inovadores e criativos que são produzidos por esses artistas”, frisou.
A administradora do Riacho Fundo assumiu o compromisso de que também irá batalhar para que os artesãos da cidade tenham lugar garantido nos eventos. “Muitas pessoas aqui vivem exclusivamente do artesanato”,  comentou Ana Maria Lúcia de Melo.
“O Artesanato abriu portas melhores do que o meu diploma de administração”,  comentou uma das artesãs que recebeu a carteirinhas. Tia Z se apaixonou pelo artesanato há 14 anos e, desde então,  faz diversos objetos de decoração com papel marche.