Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
29/11/19 às 11h34 - Atualizado em 29/11/19 às 11h41

Brasília é palco do I Fórum Nacional para Certificação de Cidades Inteligentes

COMPARTILHAR

A capital busca o primeiro ISO 37120 brasileiro e foca em políticas públicas sustentáveis

 

 

Nesta quinta-feira (28), foi realizada a abertura do 1º Fórum Nacional para Certificação de Cidades Inteligentes. Políticas públicas eficientes aliadas a ações sustentáveis, que colaboram com a preservação do meio ambiente pautaram o encontro. Esses fatores são fundamentais para que Brasília conquiste, em breve, o posto de primeira unidade da Federação classificada como “cidade inteligente”.

 

A busca da capital brasileira pelo ISO 37120 é um dos temas do I Fórum Nacional para Certificação de Cidades Inteligentes. “O governo trabalha não apenas para termos tecnologia, mas para que a tecnologia e conhecimento cheguem a todos”, lembrou o chefe da Casa Civil, Valdetário Monteiro, que representou o governador Ibaneis Rocha no fórum.

 

Para a secretária de Turismo, Vanessa Mendonça, uma cidade inteligente pode ajudar a criar e manter um turismo inteligente. “A tecnologia já conecta pontos turísticos aos visitantes e podemos explorar isso de forma muito mais ativa para alavancar a capital do país. Tudo isso pode beneficiar os visitantes e o desenvolvimento de Brasília como um destino atrativo, melhorando a qualidade dos nossos serviços e fazendo com que Brasília seja capaz de apresentar ao mundo uma cidade sustentável na questão ambiental, social, política e econômica”.

 

Segundo a Subsecretaria de Inovação da Casa Civil, Brasília elabora o processo de certificação ISO 37120. São mais de 100 requisitos, que nivelam conhecimento e premissas para que a cidade seja considerada sustentável, resiliente, humana e inteligente.

 

Destaque nacional

Em todo o mundo, apenas 111 cidades possuem a certificação. Na América do Sul, só Bogotá, capital da Colômbia, e Buenos Aires, na Argentina, são classificadas como cidades inteligentes.

 

Para que Brasília conquiste o título, algumas ações de governo ganharam destaque. Entre elas, a integração digital do sistema de saúde, câmeras de segurança, o programa Wi-Fi Social e o projeto-piloto de carros elétricos compartilhados. “Para essa conquista, integramos os sistemas de iluminação pública, segurança, saneamento básico e mobilidade urbana”, destacou o secretário de Ciência e Tecnologia, Gilvan Máximo.

 

Secretaria de Turismo

Durante todo o evento, a Setur estará presente por meio de um estande, que irá apresentar uma nova Brasília. O espaço irá exibir vídeos promocionais para que os visitantes conheçam as belezas da cidade. A decoração do estante foi realizada por artesãos da capital. Tião Piauí estará presente com o seu trabalho feito de fibras e reaproveitamento de madeira, a Rosi Mendes com suas flores do cerrado, o Randal com suas luminárias feitas com reaproveitamento de madeira, e o senhor Genolino com o mosaico em madeira e cipó.

 

Jael Antônio, presidente do Sindhobar-DF, esteve no estande e ficou encantado com os trabalhos expostos. “Temos tantos artistas e pessoas expoentes na cidade, precisamos vender isso para o Brasil e mostrar que a nossa capacidade criativa é muito grande. Vamos incentivar os nossos empresários a consumirem os produtos locais da cidade”.