Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
4/11/19 às 21h12 - Atualizado em 4/11/19 às 21h19

Brasília participa de feira de Turismo em Londres

COMPARTILHAR

WTM é considerada uma das maiores feiras do segmento no mundo

 

De 4 a 6 de novembro, Londres receberá a WTM – World Travel Market, uma das maiores feiras de turismo do mundo. Brasília estará presente no evento por meio da Secretaria de Turismo do DF, juntamente com o Consórcio Brasil Central, e terá a oportunidade de apresentar a capital e seus potenciais. A cidade é a porta de entrada do país e encanta pela diversidade de experiências. O Turismo Cívico, Ecoturismo, Rural, Náutico, Gastronômico e o Turismo Arquitetônico compõe a agenda de pautas e retratam uma cidade única, viva, diversa e pronta para receber turistas de todo o mundo.

 

Durante seus 40 anos de existência, a feira mundial do mercado do turismo (WTM) introduziu para compradores do ramo mais de 5.000 das maiores destinações turísticas do mundo. São realizados compartilhamentos do setor e engajamento da comunidade com o tema, tratando-se de uma imersão inspiracional para repensar o mercado. Em 2018, a feira facilitou um resultado de 3 bilhões de libras em contratos firmados, com um total de 51.000 participantes e 5.000 exibidores provenientes de 182 países. “Vamos apresentar a Brasília que temos sob o olhar do Ecoturismo, da Cultura e da nossa Arquitetura, que são segmentos muito procurados”, ressaltou a secretária de Turismo do DF, Vanessa Mendonça. A Setur estará presente dentro do estande do Brasil Central com um centro de atendimento.

 

Um dos grandes objetivos da feira é ser um HUB de ideias turísticas, apresentando cenários de como o mercado se posicionará nos próximos cinco anos e criando oportunidades de negócios dentre os 3 dias de evento. A feira possibilita a conexão de ideias com oportunidades, por meio de empreendedores e lideranças de diversas áreas do turismo, como aventura, esportes, música e tecnologia. E ainda possui ainda um sistema de agendamentos que possibilita agendar reuniões, voltadas aos mercados prioritários e tipos de empresas/órgãos de interesse, indicados por cada participante.

 

Conectividade

Uma das prioridades da Secretaria de Turismo do Distrito Federal tem sido a ampliação do número de voos internacionais diretos. Em abril, foi assinado acordo de stopover com a empresa aérea portuguesa TAP. A expectativa da empresa é incremento de 20 mil turistas no primeiro ano após o início da operação. Desde junho de 2019, foram criados quatro novos voos: Cancún (México), Santiago (Chile), Lima (Peru) e Assunção (Paraguai), sendo que esses dois últimos entrarão em operação em 15 de novembro e 15 de dezembro, respectivamente. O sucesso foi obtido após o Governo do Distrito Federal reduzir a alíquota do imposto sobre o querosene da aviação. Atualmente, ela varia de 7% a 12%, e é uma das mais baixas do Brasil.

 

Com essas iniciativas, o número de passageiros internacionais em Brasília cresceu 41% entre janeiro e agosto desse ano, conforme números da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Apenas nos oito primeiros meses de 2019, 217,9 mil passageiros provenientes de voos internacionais utilizaram o Aeroporto Juscelino Kubitschek, contra os 154,2 mil registrados no mesmo período de 2018. O dado posicionou a capital federal no segundo lugar do ranking de terminais com os melhores desempenhos quanto a chegadas do exterior. Para receber esses passageiros, foram reabertos cinco centros de Atendimento ao, Turista. Alguns estavam fechados há mais de três anos. No início de 2019, apenas um funcionava precariamente.