Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
16/12/19 às 16h02 - Atualizado em 16/12/19 às 16h02

Brasília recebe ministra do Paraguai em voo inaugural

COMPARTILHAR

O país é o novo destino direto do aeroporto da capital

 

Foto Luís Tajes/Setur-DF

 

A partir deste domingo (15), Assunção, capital do Paraguai, será o novo destino com um voo internacional partindo do Aeroporto de Brasília. O terminal brasiliense passa a ter ligação direta com dez países, englobando Estados Unidos, México, Panamá, Chile, Argentina, Portugal, entre outros. O GDF realizou uma cerimônia de boas-vindas para recepcionar os passageiros. Para inaugurar a nova rota, a ministra do Turismo do Paraguai, Sofía Montiel de Afara, veio à cidade no voo inaugural.

 

Foto Luís Tajes/Setur-DF

“Fizemos acordos com o Brasil por meio do grande trabalho da secretária de Turismo de Brasília, Vanessa Mendonça, com quem nos esforçamos para realizar essa conectividade que estreamos com muita alegria”, afirmou a ministra do Turismo do Paraguai, Sofía Montiel de Afara. o embaixador do Paraguai no Brasil, Juan Ángel, também esteve presente e enalteceu a iniciativa que irá fortalecer o turismo de ambos os países.

 

A Latam contará com parceria da empresa paraguaia Paranair, que vai operar a linha com aeronaves que acomodam até 50 passageiros. O voo chegará ao Aeroporto de Brasília diariamente, às 18h40, e parte às 20h40. O objetivo do GDF é incentivar a vinda de novos vôos internacionais e transformar o Aeroporto Internacional de Brasília em um grande ponto de ligação do Brasil com outros continentes.

 

Para Ruy Coutinho, secretário de Desenvolvimento Econômico do DF, a parceria inédita é uma oportunidade para brasileiros e paraguaios conheçam as capitais, cada uma com sua beleza e cultura. Segundo a secretária de Turismo, Vanessa Mendonça, Brasília ganhou, desde o início deste ano, um novo olhar sob o turismo e o aumento de conectividade com outros países da América Latina em tão pouco tempo demonstra os esforços que o GDF tem realizado para impulsionar o turismo na capital brasileira. “A conexão Brasília-Assunção transforma a relação entre as nossas cidades. Com a ministra Sofía Montiel de Afara, estamos construindo ações para uma promoção conjunta da rota”, pontuou.

 

A política de incentivo fiscal para o mercado de aviação civil na capital federal é um importante aliado no aumento de voos internacionais. O Aeroporto de Brasília tem maior desconto no ICMS que incide sobre o querosene de aviação em seus voos nacionais. O benefício é componente fundamental na estratégia de atração de novas rotas. “A inauguração da rota Brasília-Assunção encerra um ano de importante expansão da Latam na capital federal brasileira, onde crescemos 8% no número de assentos totais. Já somos o maior operador aéreo do aeroporto de Brasília e permaneceremos sempre atentos a todas as oportunidades para fortalecer ainda mais a nossa rede de forma sustentável”, afirmou Jerome Cadier, CEO da Latam Brasil. Na cerimônia, Silvio Nogueira, gerente da Latam no Aeroporto de Brasília, representou a companhia.

 

“Fechamos o ano de 2019 com este voo para o Paraguai, o 6º destino para a América Latina e Caribe direto de Brasília. Para nós, ligar a capital do Brasil com os países vizinhos é uma conquista importante. Ser uma opção viável fora do eixo sudeste é uma conquista que só foi possível graças à parceria com o Governo do Distrito Federal, companhias aéreas e os órgãos públicos”, reforçou Roberto Luiz, diretor de negócios aéreos da Inframerica. O vice-presidente da Inframérica, Juan Djedjeian, esteve presente na recepção da comitiva.

 

Katja Sophia Becker, diretora de Inteligência Competitiva e Promoção Turística da Embratur, afirmou que a nova rota marca o fortalecimento da malha aérea para alavancar a vinda de turistas.

 

Passageiros internacionais
O número de passageiros internacionais em Brasília cresceu 41% entre janeiro e agosto de 2019, conforme números da ANAC. Apenas nos oito primeiros meses de 2019, 217,9 mil passageiros de voos internacionais utilizaram o Aeroporto Juscelino Kubitschek, contra os 154,2 mil registrados no mesmo período de 2018.

 

O dado posiciona a capital federal no segundo lugar do ranking de terminais que tiveram os melhores desempenhos quanto a chegadas do exterior. Fortaleza, que lidera a relação, apresentou um crescimento de 74%, passando de 104,3 mil viajantes, em 2018, para 181,5 mil neste ano. Já Salvador ficou em terceiro: subiu de 148,5 mil para 156,1 mil (+ 5,2%).