Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
20/05/21 às 17h32 - Atualizado em 20/05/21 às 17h32

Embaixador da Bélgica é homenageado com menção honrosa no Prêmio Brasília: o Novo Olhar do Turismo

COMPARTILHAR

Iniciativa da Setur-DF é um reconhecimento pelas contribuições para a consolidação da capital federal como destino turístico

 

 

O Embaixador da Bélgica, Patrick Herman, foi agraciado, na última quarta-feira (19/5), com a Menção Honrosa do 1º Prêmio Brasília: o Novo Olhar do Turismo. A condecoração foi entregue pela secretária de Turismo do Distrito Federal, Vanessa Mendonça, e reconhece a contribuição do país para o desenvolvimento da atividade na capital brasileira. A embaixatriz Siobhan Herman King também participou da solenidade.

 

Bruxelas e Brasília tornaram-se cidades irmãs, em 2013, o que permitiu a consolidação de cooperação estratégica nas áreas de desenvolvimento do turismo nas duas capitais, que são referências mundiais pelo arrojado planejamento urbanístico e arquitetônico.

 

A secretária Vanessa Mendonça destacou o trabalho do embaixador Patrick Herman em prol do fortalecimento, cada vez maior, das relações entre Brasília e Bruxelas. “A Secretaria de Turismo, em nome do Governo do Distrito Federal, reconhece todo o empenho do embaixador Patrick Herman que, em 2019, levou a gastronomia do DF, na pessoa do Chef Lui Veronese, para participar da feira gastronômica eat!Brussels. Um trabalho tão importante para a nossa cidade”, destacou.

 

Experiência arquitetônica

 

 

Durante a entrega, o embaixador Patrick Herman ressaltou que Brasília foi construída para senadores, ministros e embaixadores. No entanto, no período em que essas autoridades passam pela cidade, elas se sentem parte “como malha do tecido urbano”.

 

“Em algumas cidades os ministérios, tribunais e embaixadas são edifícios de rara beleza. Aqui, em Brasília, fazem da cidade de Lúcio Costa uma obra de arte, transformam em atração turística única, com construções de Oscar Niemeyer e Sérgio Bernardes. A embaixada da Índia, de Paulo Henrique Paranhos, e a nossa embaixada, de Paulo Antunes Ribeiro e Burle Marx, não estão em Brasília, elas são Brasília”, disse.

 

“Essa formidável Menção Honrosa que recebo com muita alegria não me pertence, mas ao governo da Bélgica. Aqueles que por sua visão e por seu trabalho conquistarão essa alegria. Estou pensando em um Acordo de Cooperação entre Brasília e Bruxelas – duas grandes capitais mundiais com vocações incomparáveis políticas, diplomáticas e culturais -, referente ao desenvolvimento bilateral do turismo. Podemos aproveitar esse grande momento para lançar a ideia de um brainstorming sobre o desenvolvimento do turismo no nicho arquitetônico e institucional em nível de conhecimento das principais cidades administrativas e diplomáticas”, contou o embaixador.

 

Sobre o Prêmio

 

O 1º Prêmio Brasília: O Novo Olhar do Turismo contou com 375 inscrições, das quais 69 foram premiadas com ouro, prata e bronze. Foram 23 categorias, divididas entre 12 profissionais e 11 iniciativas. As categorias representam o desenvolvimento do turismo na região, seja turismo rural, arquitetônico, náutico ou de outro segmento, assim como representam projetos criados por pequenos, médios e grandes empreendedores. Além disso, algumas personalidades indutoras do desenvolvimento do turismo da capital foram indicadas para receberem a medalha na categoria de Menção Honrosa.

 

O prêmio é uma realização da Setur-DF, em parceria com as entidades Fecomércio, Sesc e Senac, além da Fundação Athos Bulcão, para homenagear contribuições para a consolidação da capital federal como destino turístico.