Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
7/06/18 às 17h34 - Atualizado em 8/06/18 às 14h41

Experiências internacionais são destaques no debate sobre Turismo Criativo

COMPARTILHAR

As experiências das cidades  de Detroit (Estados Unidos),  Saint Ettienne (França)  e Curitiba,  que usaram a  economia, design, cultura e turismo para o desenvolvimento sustentável foram  apresentadas nesta quinta-feira (7)  no segundo dia do 1º Seminário Internacional de Economia Criativa do Distrito Federal, que ocorre dentro da 1ª edição do Distrito Criativo, realizado no Centro de Convenções Ulysses Guimarães.  As três cidades fazem parte da  Rede de Cidades Criativas da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), na categoria design.

 

A professora e representante de Detroit, Maria Luiza Rossi,  relatou como a cidade, que já foi a capital do carro nos Estados Unidos, está se reinventando após cair em decadência a partir de 1960. Para reerguê-la,  moradores e empreendedores locais decidiram se unir.  Foram criados vários projetos para desenvolver a região. Entre eles,  Detroit Cultural e Designer Drink,  evento que chega a reunir três mil pessoas.  Também foi incentivado o uso de bicicletas. “Em sete anos,  aumentou significavelmente o uso delas. Hoje mais de 4 mil pessoas pedalam pelas ruas da cidade”, destacou. Em 2016,  Detroit entrou para a Rede de Cidades Criativas.

 

Já Saint Ettienne  conseguiu impulsionar o desenvolvimento sustentável após a criação da Bienal Internacional de Design em 1998. O evento, realizado a cada dois anos,  teve em sua edição de 2017 a visita de 230 mil pessoas, mais que a população da cidade de 175 mil moradores.  A bienal reuniu 10 mil profissionais e 500 atividades para o público. “O evento não se restringiu só em auditórios e escritórios. Foi levado também para as ruas, onde as pessoas podiam participar mais diretamente das ações”, explicou o representante da cidade e consultor de designer Fernando Mascaro.  Uma questão a favor da cidade é que ela conta com uma escola de desenho desde 1808. “A instituição é um centro de referência de inovação, que se preocupa em colaborar com o desenvolvimento da cidade”.

 

Primeira cidade brasileira do design eleita pela Unesco, Curitiba tem vários prêmios  nacionais e internacionais por sua inovação.  A entrada ocorreu em 2014.  “Em 20 anos, conquistamos 800 títulos, que é resultado de um grande esforço de vários profissionais”, disse a professora e representante de Curitiba, Fernanda Araújo. Conta a favor da capital paranaense ter um plano municipal, em que o design é ferramenta de desenvolvimento para transformação do meio ambiente urbano.  Além disso, a cidade conta com várias escolas de designer.

 

A secretária-adjunta de Turismo,  Caetana Franarim Neves,  enfatizou a entrada de Brasília como Cidade do Design da Unesco.  “Apresentamos o projeto e fomos eleita em outubro de 2017. Nosso ponto de partida para entrar na rede partiu do objetivo de transformar Brasília no destino criativo. E todas essas experiências com certeza vão ajudar nessa consolidação”.

 

Evento –   A 1ª edição do Distrito Criativo é  promovida pela Secretaria de Esporte, Turismo e Lazer, Secretaria de Cultura e  Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Distrito Federal (Sebrae-DF), com parceria institucional do Instituto Bem Cultural e cooperação da Unesco Brasil.

É o primeiro evento de Brasília como participante da Rede de Cidades Criativas da Unesco. Atualmente 180 cidades de 72 países fazem parte da Rede atuando em sete áreas temáticas: artesanato e artes folclóricas, design, filme, gastronomia, literatura, artes midiáticas e música. Brasília entrou como cidade criativa do design.

 A candidatura de Cidade Criativa do Design fez parte do conjunto de metas estabelecidas pelo Plano de Turismo Criativo.  O documento foi resultado das duas edições anteriores do Encontro de Turismo Criativo de Brasília, realizadas em 2015 e 2016, que reuniram lideranças locais do setor produtivo para debaterem o desenvolvimento do setor em Brasília.