Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
15/05/13 às 17h53 - Atualizado em 15/05/13 às 18h08

Exposição sobre Brasília na França já atraiu mais de sete mil pessoas

COMPARTILHAR

Mostra acontece em prédio projetado por Oscar Niemeyer até 30 de junho

Fotos, maquetes, croquis, pinturas, acervos e manuscritos sobre Brasília reunidos pela artista Danielle Athayde na exposição “Brasília – Meio Século da Capital do Brasil” têm atraído o público na França. A mostra foi inaugurada em Paris há vinte dias e já recebeu mais de sete mil visitantes na sede do Partido Comunista Francês, primeira obra de Oscar Niemeyer fora do Brasil, considerado monumento histórico naquele país.

“Lá ele projetou cerca de 20 edifícios. O prédio é totalmente simbólico. Essa é uma homenagem a Niemeyer, que sempre teve um carinho muito grande por esse projeto e apresentou o desejo de que ele fosse a Paris”, lembra a curadora.

A exposição em Paris é a sexta etapa de um processo de divulgação da mostra que já esteve presente em apresentações da Secretaria de Turismo do Distrito Federal no exterior, por exemplo, em ações no Chile, Portugal e Argentina. As peças também passaram pela Espanha e Índia. Ao todo, recebeu cerca de 150 mil visitantes.

“O trabalho de Danielle é dividido em várias vertentes que representam fielmente a imagem de Brasília enquanto cidade organizada, planejada, monumental e com uma beleza arquitetônica incrível. Além disso, ressalta o esforço dos candangos e a genialidade de Niemeyer, um carioca que levou Brasília no coração até os últimos dias”, diz o secretário de Turismo do DF, Luis Otávio Neves.

O trabalho é resultado da tese de mestrado de Danielle em Gestão Cultural, Patrimônio, Turismo e Natureza, cursado no Instituto de Investigação José Ortega y Gasset, em Madri, Espanha. Ao todo, são 200 peças que transitam pelas imagens e peças da construção da Nova Capital até os dias atuais. Na França, a coletânea ficará aberta ao público até o dia 30 de junho.