Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
9/03/20 às 9h46 - Atualizado em 9/03/20 às 9h46

Festa da Goiaba inicia 5ª edição com programação ampliada e diversas atrações

COMPARTILHAR

Evento fortalece a região e destaca os encantos que Brazlândia possui

 

 

Começou neste sábado (8), em Brazlândia, a 5ª edição da Festa da Goiaba. O evento será realizado até o dia 15 de março e celebra o cultivo da fruta mais abundante nas lavouras do DF com dois finais de semana repletos de atrações. A festa é realizada pela Associação Rural e Cultural de Alexandre de Gusmão (Arcag), em parceria com a Emater-DF, Administração Regional de Brazlândia e Secretaria de Agricultura.

 

O visitante poderá comprar produtos derivados de goiaba, além da própria fruta. Doces, geleias, licores, bolos, tortas e outros alimentos preparados pelos produtores das áreas rurais de Brazlândia — onde está concentrada a maior parte do cultivo da fruta — estarão à venda nos estandes do evento.

 

A abertura do evento contou com a presença de autoridades, produtores rurais, comerciantes, representantes de associações, e da população. A secretária de Turismo, Vanessa Mendonça, esteve presente e ressaltou a vocação turística da região. “Estamos estruturando rotas turísticas e, claro, Brazlândia faz pare do nosso plano de ação. Em breve serão inaugurados um Centro de Atendimento ao Turista na RA e um espaço para o artesanato. O nosso governo está desenvolvendo esse plano de trabalho. O turismo religioso e rural, por exemplo, são importantes eixos para desenvolver a capacidade que essa RA possui”, disse.

 

O administrador Regional de Brazlândia, coronel Jesiel Costa Rosa, agradeceu a presença dos produtores rurais e disse que agora o objetivo é pensar em ações de médio e longo prazo para fortalecer a festa e, inclusive, exportar os produtos da região. “A cada ano a festa cresce mais e sem os produtores rurais nada disso iria existir”.

 

O embaixador do Japão, Akira Yamada, engrandeceu os 105 anos de relações diplomáticas entre Brasil e Japão. “Estou convencido de que podemos comemorar esse intercâmbio cultural e me alegra estar aqui”. O presidente da Associação Rural e Cultural de Alexandre Gusmão, Yukio Yamagata, explicou que a região tem uma comunidade nipônica numerosa que transformou a RA em uma grande produtora de hortaliças. “Após cinco anos, o evento se consolida com atrações de alto nível e podemos difundir as delícias que podemos fazer com a goiaba”, complementou Yamagata.

Para o secretário de Agricultura e Abastecimento e Desenvolvimento Rural, Luciano Mendes, o evento é uma forma de fortalecer a cadeia produtiva e representa a geração de emprego e renda. “Essa estratégia tem dado certo. A goiaba reúne um conjunto de produtores e mobiliza a comunidade”. Denise Fonseca, presidente da Emater-DF, também reforçou a necessidade de fortalecer a fruticultura, já que funciona como uma importante ferramenta de geração de riqueza e qualidade de vida. “A goiaba produz emprego no campo. Devemos fortalecer a fruticultura”, pontuou Denise.

 

“A Festa sa Goiaba traz um grande ganho para a comunidade. Vamos fazer uma as melhores festas e trazer para Brazlândia essa tradição, já que somos o maior produtor da fruta no centro-oeste”, conlcuiu o deputado distrital Iolando Almeida ao finalda cerimônia de abertura.

 

Também estiverem presentes na cerimônia: o secretário de Mobilidade, Valter Casemiro; tenente coronel da PM, senhor Álvaro; gerente rural da Terracap, Aramis Beltnami; superintendente do Senac, Kelly Cristina Costa; superintendente da Agricultura Familiar, Willian Barbosa; diretor presidente do DER-DF, Fauzi Nacfun; e a subsecretária da Secretaria de Turismo, Márcia Maia.

 

Artesanato

 

Durante o evento, a Secretaria de Turismo entregou 12 carteiras profissionais do artesão. Por meio da carteira profissional, os artesãos podem pleitear espaço para expor seus produtos em eventos promovidos pela Setur e pelo Programa de Artesanato Brasileiro (PAB). No Distrito Federal, existem 11.431 artesãos são cadastrados. “Desde o início da nossa gestão estamos estruturando, qualificando e promocionando o trabalho de profissionais que vivem exclusivamente dessa arte”, disse Vanessa Mendonça.

 

Desde o início deste ano, a secretaria tem trabalhado junto aos organizadores desses eventos no sentido de garantir espaço para que profissionais do DF comercializem seu trabalho. A iniciativa já apresenta resultados. Em 29 eventos locais e nacionais, 402 artesãos movimentaram quase R$ 500 mil.

 

Editais de chamamento

 

Os editais de chamamento para eventos da Rota do Artesanato são publicados no site da Secretaria de Turismo. Os profissionais que se interessarem em expor seus produtos devem possuir a carteira do artesão válida. O documento é emitido pela Secretaria de Turismo e o agendamento para a renovação ou a emissão de uma nova carteirinha pode ser feita no link.