Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
11/12/19 às 15h24 - Atualizado em 11/12/19 às 15h30

Frente parlamentar destaca avanços do turismo em 2019

COMPARTILHAR

 

Última reunião do ano teve a participação da Setur/DF, Ministério do Turismo e representantes do setor

 

Foto Luís Tajes/Setur-DF

 

O ano de 2019 foi histórico para o turismo brasileiro. Este foi o consenso durante a última reunião da Frente Parlamentar Mista em Defesa do Turismo, realizada nesta quarta-feira (11), na Câmara dos Deputados. A secretária de Turismo, Vanessa Mendonça, o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, além de parlamentares e representantes do trade turístico fizeram um balanço dos avanços alcançados em 2019 e os desafios para o próximo ano.

 

O grupo é coordenado pelo deputado Herculano Passos (MDB-SP) e tem como objetivo acompanhar as proposições de interesse do setor no Congresso e incentivar o turismo para gerar emprego, renda e arrecadação para estados, municípios e o Distrito Federal. “A palavra que define este momento é união. Eu quero ressaltar a importância do trabalho do grupo, tanto nas pautas nacionais quanto nas pautas do DF, já que nos apoiou em diversos temas. A nossa gestão assumiu uma cidade muito abandonada nos últimos anos e revitalizou importantes pontos do DF que estavam fechados, como a Torre de TV, a Torre Digital, o Estádio Mané Garrincha e os Centros de Atendimento ao Turista. A nossa cidade, em 10 meses, já é outra, graças ao empenho do nosso governo”, destacou a secretária de Turismo do DF, Vanessa Mendonça.

 

Foto Luís Tajes/Setur-DF

Em 2019, a medida de isenção de vistos adotada pelo Brasil permitiu aumentar em 43% o gasto dos turistas estrangeiros no País no mês de julho, o melhor resultado dos últimos 16 anos, com exceção do período da Copa do Mundo 2014. Outro destaque do setor foi a abertura do capital aéreo, que trouxe a empresa Air Europe para o país e a criação de 25 mil novos postos de trabalho, também somente no mês de julho. Os dados são do Ministério do Turismo.

 

Para o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, os resultados refletem um esforço conjunto. “Toda a movimentação do trade, a frente parlamentar e o apoio do presidente Jair Bolsonaro fizeram o turismo alcançar os resultados apresentados em 2019. Isso só foi possível devido a um conjunto de esforços, que foi a fórmula para os resultados históricos e quebra de paradigmas. Tudo isso nos anima muito mais para o ano de 2020, porque estamos mais unidos do que nunca”, afirmou durante a reunião.

 

O ministro elogiou ainda o trabalho da Secretaria de Turismo do DF. “Não tenho dúvida que com a experiência da secretária Vanessa, em parceria com o Ministério do Turismo, está sendo feito um grande trabalho em todo o Distrito Federal”.

 

A secretária aproveitou para lembrar da importância da celebração dos aniversário de Brasília para dar visibilidade à cidade. “Estamos na capital do nosso país e convido a todos a celebrar os 60 anos de Brasília, em 2020. Tenho a certeza que se nós, que moramos aqui, celebrarmos a cidade, ela será percebida pelo Brasil e pelo mundo. Vamos continuar avançando no turismo de todo o DF. No último semestre, conquistamos quatro voos internacionais e, neste domingo, inauguraremos a rota Brasília/Assunção (Paraguai), o que mostra que Brasília tem ampliado, cada vez mais, sua capacidade de ser uma grande rota turística para o país”.

 

Em 2020, diversos projetos de lei que refletem no investimento do turismo continuarão em pauta. Está em discussão, no Congresso Nacional, projeto de lei complementar que cria transição para a transferência do recebimento do Imposto sobre Serviços (ISS) da cidade sede do prestador do serviço para a cidade onde ele é efetivamente prestado. A matéria foi aprovada, em dezembro, na forma do substitutivo do deputado Herculano Passos (MDB-SP), que é presidente da Frente Parlamentar Mista de Defesa do Turismo. Para ele, a aprovação da proposta foi uma grande vitória para o setor. “É um volume grande de dinheiro novo que vai entrar nos cofres das prefeituras, e as cidades turísticas, assim, vão arrecadar mais. Isso fortalece os municípios, que assim podem investir mais no turismo”, explicou.

 

Para o presidente da Embratur, Gilson Machado Neto, o apoio de governo, parlamentares e trade trará ótimos resultados. “Eu não tenho dúvida que o turismo vai ter o protagonismo que merece, com um presidente que acredita no setor, como Jair Bolsonaro. A importância econômica de um setor que gera 600 mil empregos tem que ser vista com carinho e responsabilidade, e este governo está fazendo isso, com a parceria do Congresso” concluiu.

 

 

Foto Luís Tajes/Setur-DF