Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
25/06/13 às 14h51 - Atualizado em 11/10/17 às 16h44

IFB apresenta possibilidades de cursos aos membros do Condetur

COMPARTILHAR

30ª reunião ordinária também teve apresentação de missão na Alemanha

Os membros do Conselho de Desenvolvimento do Turismo no Distrito Federal (Condetur-DF) participaram, nesta segunda-feira (24), da 30ª reunião ordinária do colegiado. Dentre os assuntos tratados no encontro estiveram a apresentação do Instituto Federal Brasília (IFB), a participação de empresários do segmento de eventos em uma missão na Alemanha e sugestões de novas regras para o acesso ao Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste (FCO).

A convite da Secretaria de Turismo do DF (Setur-DF), Luis Daniel, professor do IFB, apresentou aos conselheiros a estrutura do Instituto e as possibilidades de cursos que podem ser feitos para capacitar a mão de obra do setor turístico da cidade, como o técnico em cozinha ou o técnico em eventos, por exemplo. A ideia da secretaria ao convidar o representante do instituto foi apresentar aos empresários quais as possibilidades que eles têm para deixar seus funcionários e estabelecimentos com qualidade cada vez melhor e fortalecer a atividade turística no DF.

O professor explicou ainda que os membros do Condetur podem solicitar que sejam criados cursos para deixar os prestadores de serviços da atividade turística cada vez mais preparados. “Caso vocês tenham estudos que comprovem a necessidade de algum curso específico vocês podem nos apresentar. Caso haja demanda e interesse a gente consegue oferecer o curso”, explicou.

O Instituto Federal de Brasília é uma instituição pública que oferece Educação Profissional gratuita, na forma de cursos e programas de formação inicial e continuada de trabalhadores (FIC), educação profissional técnica de nível médio e educação profissional tecnológica de graduação e de pós-graduação, articulados a projetos de pesquisa e extensão. Atualmente existem oito campus distribuídos pelo Distrito Federal: Brasília, Gama, Planaltina, Riacho Fundo, Samambaia, São Sebastião, Taguatinga e Taguatinga Centro.

Fortalecimento do setor de eventos

A partir dos investimentos realizados nos últimos anos, Brasília foi a capital que mais evoluiu em relação à realização de eventos internacionais, segundo dados da International Congress and Convention Association (ICCA), e conquistou a terceira posição, com um crescimento de 69% em relação ao ano anterior, no ranking da entidade que é referência global.

Para potencializar a cada dia esse segmento,os empresários de Brasília participaram, em maio, de uma missão empresarial de benchmarking no maior encontro do ramo, o Worldwide Exhibition for Incentive Travel, Meeting & Events (Imex-Frankfurt), na Alemanha. O encontro reuniu mais de 14 mil pessoas, entre profissionais da indústria de incentivo a viagem, eventos e negócios. Entre os participantes, ministros de países como Egito, África do Sul, México, Panamá, Frankfurt e CEO de Singapura.

Na última reunião do Condetur a gerente do Sebrae-DF, Ana Cristina, que coordenou a ação, falou aos conselheiros da experiência adquirida na missão. “Percebemos que a parceria entre o setor privado e o público lá é muito forte e isso influência de forma considerável no sucesso dos eventos”, disse a gerente alertando sobre a necessidade de cada vez mais fazer essa aproximação entre as duas frentes. A subsecretária de políticas de turismo da Setur-DF, que também acompanhou o grupo, falou das suas impressões e da persepção de cada vez mais monitorar os eventos que acontecem em Brasília

Além das duas apresentações os conselheiros avaliaram as oficinas realizadas sobre créditos disponíveis para empresários do setor e deram encaminhamentos para tentar achar formas de facilitar o acesso ao FCO.