Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
23/06/20 às 17h20 - Atualizado em 23/06/20 às 17h21

Loja Artesanato de Brasília recebe novos produtos de 20 artesãos

COMPARTILHAR

Setur-DF promove um novo ciclo de expositores em parceria com o Alameda Shopping, fundamental para gerar renda e promover os trabalhos manuais da capital

 

 

Desde o início da gestão, o artesanato é uma pauta prioritária para a Secretaria de Turismo do DF, que tem realizado projetos para promover o trabalho dos artesãos da região. Eles ganharam espaço em todos os eventos criados ou apoiados para comercializar os produtos e também um lugar garantido para expor o seu trabalho: a loja Artesanato de Brasília, que já tem duas unidades, uma no Pátio Brasil (Asa Sul) e outra no Alameda Shopping (Taguatinga). Os espaços fomentam a economia criativa e dão visibilidade ao trabalho de artistas da nossa cidade.

 

Inaugurada em dezembro de 2019, a loja do Alameda Shopping, recebeu um novo ciclo de artesãos, que é renovado a cada três meses. Dessa vez, 20 artesãos participaram do processo de seleção e terão a oportunidade de expor o trabalho na loja cedida em parceira com o shopping, fundamental para fomentar a geração de renda.

 

A cada ciclo, mudam-se as cores, estampas, misturas e texturas, mudam-se as técnicas, os modelos, os estilos e materiais, mas permanecem os detalhes que refletem diferentes histórias e a exclusividade de cada peça lá representada. Nesse novo ciclo, a loja está com um mix renovado de produtos que vão desde vestuário de renda renascença a esculturas em arame. São produtos como vasos em barro, oratórios, bonecas, trabalhos em couro, bolsas, tapetes, crochê, linha, biscuit, fuxico, entre outros, que tornam possível compreender a complexidade da diversidade cultural brasileira por meio do artesanato feito no país.

 

Na nossa capital, milhares de famílias vivem da renda de seus trabalhos manuais. São artistas como Camilo Chaves Florez, artesão há mais de 10 anos, que mistura materiais para fazer algo único e especial. Ele destaca a importância de ter um local para mostrar seu talento e ainda serve de incentivo para aperfeiçoar cada vez mais o seu trabalho. “Poder expor os nossos produtos numa loja de shopping nos traz mais visibilidade. Eu percebo que a demanda por pedidos é bem maior e isso incentiva a gente a fazer trabalhos cada vez mais elaborados”. Camilo trabalha com vários materiais, como arame, pedras preciosas e couro. Ele é um dos artesãos que está expondo seus produtos nesse novo ciclo da loja do Alameda.

 

Já para Elza Vital Rego da Silva, artesã desde 2007, essa é uma oportunidade única, que dificilmente ela teria conseguido se não fosse pelo apoio que a Secretaria de Turismo tem dado ao segmento. “Quando fiquei sabendo que a Setur estava com esse projeto das lojas, eu enxerguei uma oportunidade maravilhosa de mostrar o meu trabalho para Brasília e para o mundo, pois essas lojas recebem visitantes de todos os lugares. A Setur abriu uma grande porta não só para mim, mas para vários artesãos que assim como eu não tinham como divulgar os produtos da forma como fazemos aqui”. Elza é especialista em técnicas de EVA e trabalha com bonecas de pano e feltro. É a primeira vez que a artesã participa do ciclo para expor seus produtos na loja.

 

Em razão da pandemia do novo coronavirus, as lojas estiveram fechadas e retomaram suas atividades seguindo todos os procedimentos de segurança necessários para evitar a contaminação. Para a secretária de Turismo, Vanessa Mendonça, esse novo ciclo representa mais do que novos produtos. “Além de promover trabalhos de extrema qualidade, que representam a nossa cidade, nossa cultura e quem somos, nós também estamos colaborando com o fortalecimento de uma economia mais justa, gerando sustento e dignidade a esses trabalhadores que foram bastante atingidos pela crise da pandemia. Vamos continuar prestando o apoio necessário para que os artesãos continuem sendo parte importante da cadeia turística do DF”, destacou a secretária de Turismo.

 

Como solicitar a Carteira Nacional do Artesão

Todos os profissionais que comercializam seus produtos são selecionados por meio de edital de chamamento público da Setur-DF e devem possuir carteira do artesão válida. A seleção é feita por curadoria com servidores da Secretaria de Turismo do DF e Presidente da Federação de Artesãos.

 

A solicitação da Carteira Nacional do Artesão pode ser feita pelo WhatsApp: (61) 99147-0748. A carteira é gratuita, sem anuidades nem taxa de adesão, e é emitida pela Coordenação Regional do Artesanato – COART – com o apoio do Programa de Artesanato Brasileiro – PAB. Ela confere diversas vantagens e serve como comprovação da profissão para as linhas de crédito oferecidas pelo Banco de Brasília (BRB), criadas especialmente para ajudar os trabalhadores autônomos durante a pandemia do novo coronavirus.