Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
2/09/13 às 19h32 - Atualizado em 4/09/13 às 20h39

Imagem de “Brasília” é avaliada em R$70,1 bi

COMPARTILHAR

O valor é avaliado por entidade internacional associada a aspectos como reputação, governança, limpeza, segurança, gestão e outros

A organização internacional especialista em promoção das Marcas de Excelência em 88 países, Superbrands Brasil, entrevistou 18.100 pessoas em diferentes cidades brasileiras e contatou que a imagem da capital do País poderia valer algo em torno de R$70,1 bilhões em termos de marketing.

O estudo analisa a reputação de determinado “produto” no mercado de acordo com valores captados a partir de entrevistas com o público final por meio de pontuações em de reputação, admiração, gestão, comunicação, governança, segurança, limpeza, transporte e responsabilidade socioambiental, entre outros.

“É um indicador importante, pois a análise é feita pelo próprio turista, levando em consideração aspectos cruciais na escolha do destino. São exatamente os pontos que estão entre as prioridades de qualquer gestor público, inclusive as nossas, e nós estamos muito bem avaliados. Essa avaliação pode ser um fator muito positivo em assuntos estratégicos, por exemplo, na hora de captar grandes eventos e vender Brasília junto a operadoras e agentes, sejam eles nacionais ou internacionais”, Luis Otávio Neves.

A mudança da imagem de Brasília como capital exclusivamente política foi uma das principais metas estabelecidas no Planejamento Estratégico da Secretaria de Turismo, em 2011, que se propôs a lançar um novo olhar sobre o Turismo local. De acordo com o Boletim de Monitoramento produzido pelo órgão, os resultados já são aparentes.

“O investimento em promoção e políticas públicas para o setor foram grandes diferenciais e vamos continuar seguindo esta linha, assim como as intervenções na infraestrutura da cidade e na diversificação dos nossos produtos”, lembrou o secretário.

Os dados mostram que quase 70% dos visitantes que chegam pela primeira vez em Brasília manifestam o desejo de voltar. O Boletim também aponta uma satisfação média acima de 70% em quase todos os critérios de estrutura e organização em eventos tradicionais na cidade, como a Via Sacra e o 7 de Setembro.

Além disso, estudos do consórcio Inframérica apontam que o número de desembarques na cidade aumentou de 12 milhões, média de 2011, para, aproximadamente, 15 milhões anuais, em 2012. O número de eventos também foi ampliado, o que estabeleceu Brasília como o terceiro destino mais procurado para eventos internacionais, segundo a Associação Internacional de Congressos e Convenções – ICCA, e o quinto destino nos critério do Ministério do Turismo.