Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
19/11/13 às 20h37 - Atualizado em 19/11/13 às 20h58

Ponto turístico de Brasília homenageia povos indígenas brasileiros

COMPARTILHAR

O Museu Nacional apresenta exposição que traça retrospectiva de 30 anos de momentos e personagens históricos

O Ponto Turístico recebe em sua área externa, a partir desta terça-feira (19), a exposição “Povos Indígenas no Brasil 1980/2013 – Retrospectiva em Imagens da Luta dos Povos Indígenas no Brasil por seus Direitos Coletivos”. A atração ficará aberta para visita até o dia 19 de dezembro deste ano.

O acervo da exposição, composto de 44 fotos, relembra momentos e personagens históricos, os 25 anos da Constituição brasileira e os 30 anos do Apoio Norueguês aos Povos Indígenas no Brasil. As imagens são apresentadas em ordem cronológica, além de ser o resultado do trabalho de 33 fotógrafos, com mapas e textos de apoio, em português e inglês. O retrato contemplado pela mostra resgata um período de 33 anos, partindo do ponto que os indígenas saem da invisibilidade para entrar de vez no imaginário e na agenda do Brasil contemporâneo, sendo um dos marcos deste processo a parte de garantia dos direitos indígenas da Constituição de 1988.

“A Secretaria de Cultura, por meio do 'Programa Extramuros' do Museu Nacional, realiza esse evento em parceria com a embaixada da Noruega e reafirma a vocação de nossas instituições culturais ao abrigar manifestações que apoiem a diversidade e as causas dos povos indígenas no Brasil e no exterior”, ressaltou o diretor do Museu Nacional, Wagner Barja.

Fotos – Entre outros temas, as imagens retratam a batalha pelo reconhecimento das terras indígenas, a resistência às invasões de garimpeiros e madeireiros, o apoio de músicos como Sting e Milton Nascimento. E também, a apropriação das tecnologias do homem branco, as ameaças aos últimos povos “isolados” e as mobilizações recentes pela garantia de seus direitos.

A mostra também conta com 18 totens, com fotos de ambos os lados. A iluminação noturna das peças será feita por coletores solares, no topo dos totens.

Abertura oficial – Nesta terça (19), às 19h30, na Praça Externa do Museu Nacional, haverá um show gratuito de abertura da exposição com a cantora Elle Márjá Eira, do povo indígena Sami, do norte da Noruega.

O evento terá a participação do secretário de Cultura do DF, Hamilton Pereira, do secretário de Estado para Assuntos Indígenas da Noruega, Anders Bals, e da presidente da Fundação Nacional do Índio (Funai), Maria Agusta Assirati.

O Complexo Cultural da República, que é composto pela Biblioteca Nacional, Praça e Museu, foi uma obra prevista no projeto original da cidade, entretanto foi inaugurado apenas em 2006. Está localizado entre a rodoviária do Plano Piloto e a Catedral Metropolitana de Brasília.

Serviço

Exposição: “Povos Indígenas no Brasil 1980/2013 – Retrospectiva em Imagens da Luta dos Povos Indígenas no Brasil por seus Direitos Coletivos”

Visitação: Até 19 de dezembro, de terça a domingo, das 9h às 18h30. Entrada franca.

Local: Praça Externa do Museu Nacional, Conjunto Cultural da República

* Com informações da Secretaria de Cultura