Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
6/11/20 às 17h26 - Atualizado em 6/11/20 às 18h15

Representantes da Câmara de Desenvolvimento Econômico e Cultural Brasil-China apostam em Brasília como importante destino turístico

COMPARTILHAR

 

Tornar Brasília um destino competitivo e reconhecido nacional e internacionalmente, é um dos principais objetivos da Secretaria de Turismo do Distrito Federal (Setur-DF). Como parte desse trabalho, a pasta recebeu nesta quinta-feira, 5/11, os representantes da Câmara de Desenvolvimento Econômico e Cultural Brasil-China, Sr. Jefferson dos Reis, Sr. Floriano Guedes, Sr. Paulo Basílio e Sr. Fábio Diniz, que atuam em projetos de cooperação mútua entre os dois países, na promoção cultural, comercial e de investimentos.

 

Durante o encontro, o grupo apresentou a Casa Brasil, uma vitrine permanente de produtos culturais brasileiros, localizada em um dos maiores mercados do mundo, na província de Hunan, na China. “A Casa Brasil foi idealizada justamente para atender a necessidade do empresário brasileiro de expor os seus produtos dentro do mercado Chinês. Desde artigos de limpeza, passando por artesanatos e gastronomia, como açaí, frutas, pescado, entre outros. O consumo de produtos estrangeiros está em alta no país asiático e virou status. Portanto, acreditamos que o momento é excelente e oportuno para esse tipo de ação”, explicou Jefferson dos Reis, vice-presidente da entidade.

 

A Casa Brasil está aberta durante 365 dias e, anualmente, o espaço também participa da Feira Internacional de Alimentos da China, a maior feira de alimentos do mundo, voltada para empresários do segmento hoteleiro, supermercado e demais consumidores. “Todos os anos, levamos a Casa Brasil para esse importante evento e divulgamos os produtos brasileiros lá. E na próxima edição queremos ter novidades. Nossa proposta é oferecer um espaço dedicado também ao turismo, para divulgar importantes locais brasileiros, como a capital federal. A proposta é apresentar as diferentes belezas de Brasília, seus monumentos, arquitetura e atrair visitantes, potencializando o turismo e a economia do Distrito Federal”, afirmou Reis.

 

Para a secretária de Turismo do DF, Vanessa Mendonça, a proposta vem de encontro ao trabalho da pasta em fomentar um novo olhar para o Distrito Federal. Apresentar ao viajante estrangeiro não só o eixo Rio-São Paulo, mas também novas rotas de visitações ao país, como Brasília. “Fico muito feliz quando eu recebo pessoas que estão olhando para a nossa cidade com carinho, propósito e objetivos de entender que nós somos a capital do Brasil e podemos ser a janela de entrada para todos os países. Temos vantagens competitivas concretas, como excelente localização, voos diretos, belezas ecológicas e urbanas, arquitetura, design, mas, mesmo assim, ainda não registramos o número de visitantes que deveríamos ter. Só para ter uma ideia, o Brasil todo recebe hoje pouco mais 6 milhões de turistas por ano. Número baixo, se comparado a qualquer outro grande centro urbano no mundo. Portanto, iniciativas como essa da Câmara Brasil-China são fundamentais para apresentar Brasília lá fora e colocá-la de vez no passaporte do viajante estrangeiro”, comemorou Vanessa.