Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
4/06/20 às 15h40 - Atualizado em 4/06/20 às 15h42

Setur-DF reúne entidades de Rotas Turísticas que oferecem experiências únicas aos visitantes

COMPARTILHAR

Grupo de trabalho debateu iniciativas como a plataforma Viaja Brasília

 

Unir o trade turístico e explorar a diversidade e riquezas que o Distrito Federal possui. Esse é o objetivo do grupo de trabalho (GT) Rotas Turísticas, coordenado pela Secretaria de Turismo do DF, e que conta com a chancela de 21 entidades da cadeia produtiva que representam mais de 50 segmentos de negócios. O GT foi criado no âmbito do Conselho de Desenvolvimento do Turismo e compõe o movimento “Juntos por Brasília. Juntos pelo Turismo”. Nesta quinta-feira (4), foi realizada uma reunião, via videoconferência, para debater iniciativas e apresentar projetos.

 

O GT Rotas Turísticas discuti o processo de retomada das atividades econômicas com soluções e resultados de curto e médio prazos e tem como integrantes fixos, além da Setur-DF, a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Distrito Federal – FECOMÉRCIO-DF; a Associação Comercial do Distrito Federal – ACDF; a Associação Brasileira de Agências de Viagens – ABAV-DF; a Associação Brasiliense das Agências de Turismo Receptivo – ABARE; a Associação Brasileira da Indústria de Hotéis – ABIH-DF; a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes – ABRASEL-DF; o Sindicato de Turismo Rural e Ecológico do Distrito Federal – RURALTUR; o Sindicato dos Guias de Turismo do Distrito Federal – SINDGTUR. E como convidados, entidades e lideranças que representam os principais segmentos turísticos do Distrito Federal.

 

Para a secretária de Turismo, Vanessa Mendonça, os grupos de trabalho são fundamentais para o momento atual que afetou profundamente o setor turístico. “Desde o início da pandemia estamos atuando com ações efetivas. Já tivemos avanços em diversas frentes de trabalho, como a assinatura com instituições de ensino para promovermos a qualificação dos profissionais do setor. A nossa meta é transformar essa movimentação em produtos e ações concretas para buscar essa retomada unindo diversos setores”, reforçou. A secretária de Turismo ainda ressaltou o fato do Distrito Federal estar em primeiro lugar em transparência sobre a Covid-19, de acordo com a avaliação da Open Knowledge Brasil.

 

Durante a reunião, a equipe do Grupo Voetur apresentou a plataforma Viaja Brasília, que tem como objetivo democratizar o turismo nacional, oferecendo opções de roteiros nos 26 estados brasileiros e no Distrito Federal, criando oportunidade de promoção e comercialização de destinos em desenvolvimento. Além de possibilitar que pequenos e médios empresário divulguem e comercializem seus produtos dentro da plataforma com vendas on-line e pagamento através de cartões de crédito.

 

“A plataforma sempre foi um sonho para vender a cidade, e pode servir para todo os segmentos. Por exemplo, o turismo rural pode colocar dentro da plataforma o conteúdo voltado para o setor. Essa retomada é necessária”, disse Carlos Alberto, presidente da Voetur e da ABAV-DF. Moisés Pontes, coordenador do Projeto Viaja Brasília e diretor da ABAV-DF, ressaltou a parceria com a Setur. “Temos a finalidade de andar junto com a Setur e ganhar alcance”, complementou.

 

Maria José Carvalho, do Sindicato dos Guiar de Turismo (Sindgtur) celebrou a plataforma. “Estou mais confiante com esse projeto. O guia de turismo trabalha com parcerias. Estamos muito alegres com esse produto. O turismo é uma cadeia e essa inciativa é importante”.

 

Darse Júnior, do Mar de Brasília – que atua há 10 anos no setor, também parabenizou a ação e colocou a iniciativa voltada para educação ambiental e turismo náutico à disposição para compor as ações que compõe a plataforma. “A cidade vai se tornar cada vez mais referência no turismo”.

 

Durante a reunião, Graco Santos, da Camelo Bike Tour, lançou luz sobre o papel das bicicletas nessa nova realidade que a população está vivendo, e vai precisar adaptar diversos hábitos. “Realmente vamos precisar nos reinventar. Nós da Camelo queremos fazer as parcerias necessárias e o Bike tour é propício para a retomada que estamos pensando. A bicicleta garante o distanciamento e temos um produto turístico que promove a ocupação dos espaços públicos e seguindo os protocolos necessários”. A secretária de Turismo concordou com o potencial da iniciativa. “Podemos construir algo muito especial para a nossa população e os nossos visitantes poderem vivenciar a nossa cidade”, concluiu Vanessa Mendonça.