Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
3/07/19 às 15h43 - Atualizado em 3/07/19 às 15h44

Templo Budista de Brasília comporá Rota Mística e Religiosa

COMPARTILHAR

 

Secretaria de Turismo elabora roteiros que serão apresentados a turistas e brasilienses

 

 

O Templo Shin Budista Terra Pura de Brasília será um dos pontos turísticos que irão compor a Rota Mística e Religiosa, que está sendo elaborada pela Secretaria de Turismo do Distrito Federal (Setur-DF). O produto será ofertado a brasilienses e turistas e também à empresa portuguesa TAP, que irá oferecer o roteiro aos clientes da aérea que optarem por participar do programa de stopover na capital federal.

 

A secretária de Turismo, Vanessa Mendonça, participou de uma reunião, na terça-feira (2), com o monge Sato, responsável pelo Templo, localizado na Aérea Especial 315/316 sul. “Os locais que temos para vivenciar Brasília são inúmeros e muitas pessoas ainda desconhecem. Estamos construindo rotas para oferecermos um cardápio variado de atrações para os nossos moradores e turistas. Vamos promover esse espaço da melhor maneira possível”, enfatizou a chefe da pasta.

 

“Brasília merece um turismo como esse. É uma proposta de turismo intercultural e de inter-religiosidade, que talvez não encontremos em países da Europa ou do Oriente. Brasília é essa inclusão especial. Existem muitos espaços interessantes de espiritualidade”, ressaltou o monge. De acordo com ele, o templo é um patrimônio histórico da cidade que representa toda a inter-religiosidade que a capital apresenta. “O templo entrará com tudo para ajudar nesse projeto de Turismo”, concluiu Sato.

 

Além da rota Mística e Religiosa, a Setur- DF está criando novos roteiros para oferecer aos turistas experiências únicas: religiosa e mística, dos azulejos, de arquitetura, do artesanato, de Patrimônio Cultural, de Cidade Criativa do Design e do Turismo Cívico. O planejamento faz parte do acordo de stopover, que permitirá que turistas vindo de Portugal fiquem até cinco noites em Brasília sem aumento da passagem.

 

Templo Budista – A história do Templo Budista de Brasília começou em 16 de junho de 1958, quando representantes da comunidade budista nipo-brasileira entregaram ao então presidente Juscelino Kubitscheck a solicitação para a cessão de uma área no Plano Piloto para a construção do Templo Honpa Hongwanji na Capital Federal. No dia 06 de outubro de 1973, foi inaugurado o Templo Budista, com a presença de uma comitiva especial vinda do Japão.

 

Desde a sua inauguração, todos os anos, aos sábados e domingos de agosto, o templo promove a sua quermesse. A festa foi criada para abrir o espaço para toda a comunidade. Em 2018, o evento contou com um público de mais de 30 mil pessoas. Em 2019, será realizada a 46ª edição, que contará com o apoio da Secretaria de Turismo. No local, será montado um estande da pasta para divulgar as atrações turísticas de Brasília entre os moradores e turistas da cidade.

 

O público do evento assiste espetáculos de danças, de artes marciais, de música japonesa e de tambores japoneses, e pode praticar yoga e tai chi. Ainda há exposição de produtos orientais e barracas com a gastronomia da região.

 

Fotos Luis Tajes/Setur-DF