Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
10/01/19 às 15h09 - Atualizado em 18/11/19 às 17h55

Turismo Cívico em Brasília

COMPARTILHAR

 

 

 

Visita a instituições de governo, monumentos e outros locais de relevância histórica aumenta a compreensão da construção política e de seus fatos e personagens do passado e do presente

 

 

No último domingo (5), brasilienses e turistas acompanharam a primeira troca da Bandeira Nacional do ano. Cerca de 800 pessoas compareceram à Praça dos Três Poderes e puderam ver a maior bandeira hasteada do mundo, segundo o Guiness Book. Como parte da cerimônia, realizada sempre no primeiro domingo de cada mês, a banda de música da Polícia Militar do DF tocou o Hino Nacional durante o hasteamento e viaturas do órgão foram expostas à visitação.

 

Assim como Washington D.C e Berlim, Brasília se destaca no cenário mundial como um dos principais destinos de Turismo Cívico. Com ações voltadas para esse segmento, a Secretaria de Turismo do DF promove a conscientização cidadã, política, econômica e cultural dos visitantes que o praticam, promovendo, desta forma, o patriotismo.

 

O Distrito Federal possui inúmeros locais para a visitação voltada para o turismo cívico:

 

Museu Histórico de Brasília – Inaugurado em 21 de abril de 1960 como monumento comemorativo da instalação do Governo Federal em Brasília, o projeto de Oscar Niemeyer tem em suas paredes de mármore branco 16 painéis que contam a história do processo de interiorização da capital do Brasil.

 

Memorial JK – Com a função de divulgar a história da transferência da capital, o Memorial JK foi construído em homenagem ao fundador de Brasília. O Memorial é constituído pelo Museu e pelo Mausoléu onde estão os restos mortais de Juscelino Kubitschek de Oliveira.

 

Palácio do Catetinho – Foi o primeiro projeto de Oscar Niemeyer para Brasília. Construído em madeira em apenas dez dias, foi inaugurado novembro de 1956 e marca o início da construção da cidade. O Catetinho mostra como esteve instalado o presidente e a sua equipe durante a construção de Brasília até junho de 1958, quando o Palácio da Alvorada ficou pronto.Foi tombado por Juscelino Kubitschek e aberto à visitação em 1959.

 

Palácio da Alvorada – Erguido às margens do Lago Paranoá, foi o primeiro edifício público inaugurado em Brasília, em junho de1958. As colunas que dão forma ao Brasão do Distrito Federal tornaram-se o emblema da capital do Brasil.

 

Praça dos Três Poderes – A Praça foi pensada por Lúcio Costa como um triângulo equilátero. Em cada um dos vértices localiza-se um dos palácios projetados por Oscar Niemeyer para sediar os poderes legislativo, executivo e judiciário. Situada ao final da Esplanada dos Ministérios, a Praça também abriga o Museu da Cidade, o Espaço Lúcio Costa, o Panteão da Pátria e outros monumentos, esculturas e marcos. Entre eles estão a Pira da Pátria, o Marco Brasília Patrimônio Cultural da Humanidade.

 

Palácio do Planalto – É a sede do Poder Executivo Federal. O prédio também abriga a Casa Civil, a Secretaria Geral e o Gabinete de Segurança Institucional da Presidência. O exercício das funções do Poder Executivo é feito por administração direta, que compreende a estrutura administrativa da Presidência da República e dos Ministérios e a indireta.

 

Palácio do Supremo Tribunal Federal – É a sede do Poder Judiciário brasileiro, que tem como função o cumprimento das leis e administrar a Justiça, garantindo que o princípio da legalidade seja observado. O Supremo Tribunal Federal, órgão de cúpula do poder judiciário, é o guardião maior da Constituição desde o advento do regime republicano.

 

Congresso Nacional – É a sede do Poder Legislativo – composto pela Câmara dos Deputados e pelo Senado Federal. O Poder Legislativo tem a função principal de fazer as leis, cujo processo compreende a elaboração, discussão, redação, alteração e consolidação.

 

Palácio Itamaraty – O prédio sedia o Ministério das Relações Exteriores, centro que assessora o Presidente da República na formulação e execução da política externa brasileira. Na frente do Palácio está uma escultura de Bruno Giorgi que simboliza a união entre os cincoco ntinentes.

 

Superior Tribunal de Justiça – É a corte responsável por uniformizar a interpretação da lei federal em todo o Brasil, seguindo os princípios constitucionais e a garantia e defesa do Estado de Direito.

 

Esplanada dos Ministérios – É constituída por 17 prédios idênticos onde funcionam os ministérios. Dois outros ministérios funcionam em prédios de arquitetura diferente: Ministério das Relações Exteriores (Palácio do Itamaraty) e Ministério da Justiça (Palácio da Justiça Raymundo Faoro). Fazem parte, ainda da Esplanada, a Catedral Metropolitana, o Complexo Cultural da República e o Teatro Nacional Cláudio Santoro.