Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
29/04/14 às 20h15 - Atualizado em 11/10/17 às 16h45

Voluntários do DF se preparam para o Mundial

COMPARTILHAR

Etapa presencial da capacitação teve início neste sábado (26/04). Até o final de maio, inscritos vão aprender sobre turismo, mobilidade, integração e segurança para atuar no megaevento

Enquanto torcedores aguardam a convocação das 32 seleções que estarão em campo no Brasil a partir de junho, um time de craques já começou o treinamento para a Copa do Mundo da FIFA™. Cerca de 1,6 mil inscritos no programa Brasil Voluntário deram início, neste sábado (26/04), à etapa presencial da preparação no Distrito Federal.

A servidora pública Glaucia Maria Ferreira, 42 anos, é apaixonada pelo trabalho em grandes eventos. No ano passado, foi voluntária na abertura Copa das Confederações da FIFA e na Gymnasiade, as Olimpíadas Mundiais Escolares. Agora, se prepara para trabalhar no Mundial. “Adorei a troca de culturas e me apresentar no Mané Garrincha foi incrível! Torço para que a Copa seja um sucesso”, garante.

A responsável pela elaboração do curso e decana de Extensão da Universidade de Brasília (UnB), Thérèse Hofmann, explica a metodologia do curso: “O treinamento é baseado no que fizemos para a Copa das Confederações, e já teve uma fase virtual. Acima de tudo, é uma capacitação cidadã, para além dos megaeventos.”

Além do módulo sobre turismo, aplicado neste sábado (26) e domingo (27), os voluntários vão assistir a palestras sobre mobilidade e participar de atividades de integração, segurança e primeiros socorros nos próximos finais de semana. O mesmo curso, formulado pela Universidade de Brasília, será aplicado nas outras 11 cidades-sede, simultaneamente.

Legado

Segundo Thérèse, a formação dos voluntários é um legado importante para o DF. “Além da Copa, vamos receber jogos de futebol das Olimpíadas 2016 e a Universiade, em 2019. As pessoas estarão aptas para atuar em qualquer megaevento e em situações do dia a dia”, explica a professora.

A coordenadora do Brasil Voluntário no DF, Helena de Lima, ressalta a forte participação dos moradores da capital no processo seletivo. “Tivemos cerca de 3,5 mil inscrições para as 1,5 mil vagas que abrimos. Já é um sucesso”, aponta. “Esses voluntários farão parte da história do evento, e a experiência é para a vida toda. É um patrimônio para eles e para o DF”, conclui.

O balanço nacional também é positivo. Ao todo, 45,5 mil brasileiros se inscreveram para as 15,5 mil vagas colocadas à disposição nas 12 cidades-sede. O coordenador nacional do programa, Caio Campos, esclarece que os voluntários têm um papel fundamental na recepção dos turistas e na organização do evento.

“Fui às Olimpíadas em Londres e senti na pele essa importância. Quando você está em um outro país, sozinho, o voluntário é sua referência, sua fonte de informações básicas”, explica Caio.

Ansiedade

Jonilton Lima Torres, 18 anos, está ansioso para estrear como voluntário na Copa do Mundo da FIFA™. Para ele, é uma oportunidade de praticar o inglês e o espanhol – fundamentais para a faculdade de ciências da computação que pretende começar em breve.

“É muito legal saber que a gente está ajudando. Não recebemos em dinheiro, mas ganhamos muito em conhecimento, o que é muito mais importante”, diz o morador de Planaltina.

Daqui a 47 dias, Jonilton pode estar entre os 1,5 mil voluntários que atuarão em áreas estratégicas do DF, como o Aeroporto JK, a FIFA Fan Fest, no Taguaparque, e o estádio Mané Garrincha.

A arena receberá sete jogos do Mundial, número máximo estabelecido para uma cidade-sede. A Seleção Brasileira joga em Brasília no dia 23 de junho, contra Camarões. E no dia 12 de julho, é no Estádio Nacional que será decidido o terceiro lugar da competição.