Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
10/06/13 às 13h56 - Atualizado em 11/10/17 às 16h44

Voluntários prontos para receber os turistas da Copa das Confederações

COMPARTILHAR

Estudantes do CIL atenderão em pontos estratégicos coordenados pelas Secretarias de Turismo e de Educação, com o apoio do Ministério do Esporte

Os voluntários que atenderão aos quinze mil turistas esperados para o jogo de abertura da Copa das Confederações no dia 15 de junho receberam, neste final de semana, as últimas lições sobre o trabalho que desempenharão na organização e prestação de informações ao público.

“A imagem que construiremos nesse grande evento que é a copa será feita por vocês. É um momento único que levaremos para sempre. Estamos trabalhando no maior evento que Brasília já viu. Aqueles brasilienses que estiverem aqui sentirão orgulho da cidade e os voluntários serão a referência deles. Vamos fazer bonito e mostrar que somos acolhedores e amamos esta cidade”, disse o secretário de Turismo do Distrito Federal, Luis Otávio Neves.

O último encontro antes da partida entre Brasil e Japão serviu para alinhar a estratégia de distribuição de grupos, mapeamento das entradas e saídas do Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha e para conhecer a logística dos serviços que serão oferecidos durante e após o jogo.

O grupo é formado por, aproximadamente, trezentos voluntários do Centro de Interescolar de Línguas (CIL) e são organizados pelas Secretarias de Turismo e de Educação, com o apoio do Ministério do Esporte, para facilitar o acesso do público ao local do jogo e na saída do evento.

A primeira atuação dos voluntários do GDF foi no jogo teste entre Santos e Flamengo, quando Brasília foi destaque pela organização e tempo recorde de esvaziamento da área central após o jogo, o que aconteceu em cerca de 40 minutos.

“É a partir do esforço de vocês que mostraremos nossa capital. O trabalho dos voluntários é um diferencial. Tenho convicção que, a exemplo do evento teste e deste jogo da Copa das Confederações, estamos nos credenciando em uma agenda de eventos internacionais”, elogiou o secretário Extraordinário da Copa, Cláudio Monteiro.

Os voluntários do CIL atuarão em dois estandes de atendimento montados pela Secretaria de Turismo ao redor do Estádio, cinco unidades na Esplanada dos Ministérios, nos estacionamentos, na orientação das filas na Rodoviária do Plano Piloto e no Aeroporto de Brasília.

“Ver o evento dar certo e mostrar que podemos fazer um belo espetáculo é a minha motivação, além de ser uma experiência profissional muito grande. Somos importantes porque sabemos recepcionar bem, temos carisma e vontade de ajudar”, afirmou a monitora Isabela Barros, 30 anos.

Para a voluntária Lucimar Rodrigues, 52 anos, o que vale é dedicar um pouco do tempo para trabalhar a favor da cidade. “Sou de Brasília e falo três idiomas fluentemente. Posso contribuir muito e estou aqui para dar o melhor de mim. Nasci aqui e prezo pela imagem da minha cidade. Temos uma expectativa grande e espero corresponder”, disse.

O atendimento será coordenado por 20 servidores do Governo do Distrito Federal e monitorado por cerca de 80 voluntários selecionados, que se revezarão em turnos das 11h às 16h e das 16h às 20h.