Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
20/08/21 às 15h41 - Atualizado em 21/08/21 às 15h44

Miss DF exporta beleza de Brasília para o mundo

COMPARTILHAR

Advogada de 23 anos é eleita a mulher mais bela do país no Miss Brasil Mundo 2021, realizado na capital. Caroline Teixeira vai representar a cidade na versão internacional da competição, em dezembro, quando as opções turísticas de Brasília serão mostradas para vários países.

 

Ela desbancou outras 47 candidatas e venceu o Miss Brasil Mundo 2021. A brasiliense Caroline Teixeira, advogada de 23 anos, agora vai representar o Brasil no certame internacional da categoria, dia 16 de dezembro, em Porto Rico. Duas concorrentes locais estavam disputando o título, Carolina, a vencedora, como Miss DF e , como Miss Brasília. Em segundo lugar ficou a Rio Grande do Sul (Alina Furtado) e, em terceiro, Gabriela Botelho (ES).  “Estou muito feliz com o título e vou dar meu melhor para abraçar as causas sociais do concurso e impactar vidas”, disse Caroline Teixeira, após a final. Ela foi coroada pela mineira Elis Miele, 23, que estava com o reinado vigente há dois anos, sendo um dos mais longevos até o momento.

 

A secretária de Turismo do Distrito Federal, Vanessa Mendonça, comemorou o título da representante do Distrito Federal. “Ela é de uma beleza excepcional”, comentou Vanessa Mendonça, que também integrou o corpo de jurados. Para ela, sediar um importante concurso de repercussão internacional confirma Brasília como rota tendência do turismo no país. “Hoje somos o quarto destino em preferência dos viajantes brasileiros. Trazer um concurso desta importância para Brasília confirma a nossa posição  no ranking turístico nacional e eleva nossa marca mundialmente. Brasília é uma cidade premiada pela Unesco como Cidade Design exatamente por sua beleza arquitetônica. A realização do Miss Brasil Mundo aqui reflete a nossa importância criativa”, disse a Secretária de Turismo.

 

Secretária de Turismo Vanessa Mendonça, com as vencedoras do concurso Miss Brasil Mundo 2021 Foto: Renato Braga/ Setur-DF

 

Vanessa Mendonça disse que é uma grande alegria participar de uma promoção tão importante para o turismo. “Este tipo de concurso mostra nossa cidade para o mundo todo, pois todos os países envolvidos no certame internacional acompanham as finais nacionais. Assim, Brasília mostra além da beleza de suas candidatas, mas também sua marca de cidade diferente de tudo que as pessoas já viram. Uma cidade única, Patrimônio Cultural da Humanidade, com o maior lago artificial do mundo, maior área verde por habitante do planeta. E uma beleza arquitetônica incomensurável. Estou muito agradecida pelo convite”, disse a secretária de Turismo do DF.

 

O diretor do Miss Brasil Mundo, Henrique Fontes, disse que todo concurso de beleza é muito importante para o turismo. “Como a cada ano acontece numa cidade, acaba movimentando a indústria do turismo em toda a sua cadeia econômica. Isso acaba atraindo visitantes. Aqui foram 48 candidatas, se não estivéssemos em pandemia, pelo menos 500 pessoas teriam vindo a Brasília para este concurso”, avaliou o promotor do concurso.

 

Caroline Teixeira, vendedora da 61ª edição do Miss Brasil Mundo 2021. Foto: Renato Braga/ Setur-DF

 

“Nesta edição, que é 61ª, nós estamos homenageando Brasília, que completou 61 anos esse ano. Então, por meio da transmissão pela internet, que bateu recorde de audiência, pudemos mostrar as belezas de Brasília. Isso vai culminar na atração de visitantes para a cidade”, explicou Henrique que prevê uma visibilidade ainda maior para a capital federal com a escolha de Caroline Teixeira como Miss Brasil Mundo.

 

Caroline Teixeira, Miss Brasil Mundo 2021. Foto: Renato Braga/ Setur-DF

 

Um dos fatores decisivos para a escolha da vencedora foi a entrevista que as candidatas concedem antes do desfile e os pronunciamentos sobre atividades que desempenham nos segmentos social e de cidadania. “Elas são todas jovens engajadas, que muito mais do que sonhar, se empenham para realizarem seus objetivos de carreira. Além disso, as misses de hoje em dia usam suas vozes para defenderem importantes causas. É hora das pessoas abrirem suas mentes e entenderem o grande valor e papel na sociedade dessas jovens mulheres”, informou Marina Fusquine Fontes, co-diretora do CNB.

 

Diversidade

 

Caroline Teixeira, Miss Brasil Mundo 2021. Foto: Renato Braga/ Setur-DF

 

O concurso registrou ainda uma homenagem significativa. A goiana Rayka Vieira, 26 anos, foi a primeira mulher transexual da história a disputar um concurso de Miss Brasil. Ela foi homenageada no palco devido à coragem e representatividade e levou para casa a faixa simbólica de Miss Personalidade.

O Miss Mundo é um dos principais concursos de beleza do planeta. Nasceu em 1951 e passou a contar com representantes brasileiras em 1958, sendo a pernambucana Sônia Maria Campos a primeira representante do país. A única brasileira a vencer a edição internacional foi a médica carioca Lúcia Petterle, 71, em 1971.